“Homem-Aranha: De Volta ao Lar” traz de volta a essência do herói mascarado

Ao lado de alguns outros heróis, o Homem-Aranha é o personagem dos quadrinhos mais reaproveitado no cinema, passando pelo seu segundo reboot em menos de dez anos após o fracasso da franquia iniciada em “O Espetacular Homem-Aranha” (2012), que teve Andrew Garfield como protagonista, o que agradou a alguns e desanimou a outros, como os fãs de Tobey Maguire.

Desde que foi anunciada a aquisição do personagem pela Marvel Studios, em parceria com a Sony, seus fãs acreditaram que seria essa a possibilidade de ver o herói representado de uma maneira mais fiel. Sua participação em “Capitão América: Guerra Civil” foi muito bem aceita por boa parte do público, mas logo após a anúncio do filme solo, o longa foi bombardeado antes mesmo de seu lançamento, por conta dos trailers e dos pôsteres… Para alguns o filme de super-herói mais aguardado do ano, para outros, uma possível bomba da Marvel. Mas qual o veredicto de “Homem-Aranha: De Volta ao Lar”?

Certamente o filme está longe de ser uma decepção, muito pelo contrário, já que resgata toda a essência do que é ser um herói mascarado: se esconder e desaparecer sem explicações, não ter tempo para aproveitar festas ou a companhia dos amigos, e até mesmo desperdiçar a oportunidade de construir relacionamentos; peculiaridades caricatas dos quadrinhos, que estavam em falta no Universo Cinematográfico da Marvel.

homem aranha zendaya

Em “De Volta ao Lar” acompanhamos um deslumbrado Peter Parker, que, logo após os eventos de “Capitão América: Guerra Civil”, tenta conciliar sua vida de adolescente comum com a sua natureza heroica, impedindo pequenos delitos como o “amigo da vizinhança”, na expectativa de chamar a atenção de Tony Stark e se provar digno de fazer parte dos Vingadores, até que encontra sua grande chance de se tornar um verdadeiro herói.

E é nesse momento que conhecemos os vilão; Adrian Toomes (Michael Keaton), antes um comum operário, que, pressionado pelas circunstâncias, enxerga no crime uma maneira de prover o sustento de sua família. Keaton conseguiu transmitir uma convicção que se distancia dos vilões mal construídos dos filmes anteriores, tanto da Marvel quanto da Sony, adicionando ao filme inesperados momentos, dignos de um plot twist. A profundidade e a motivação de Toomes fizeram dele uma parte essencial da narrativa para que Parker descobrisse o valor de suas habilidades.

michel keaton homem aranha

O que não falta ao longa é ação (moderada), mas não espere uma trama densa, pois, assim como “Homem-Formiga” (2015), “Homem-Aranha: De volta ao Lar” vem com uma proposta mais divertida em relação aos demais títulos da Marvel, e isso faz com que o filme estabeleça momentos de descontração, alívios cômicos e piadas muito bem administradas pelo elenco secundário, que se mostra tão cativante quanto o protagonista, a exemplo de Flash Thompson (Tony Revolori), Michelle (Zendaya), e Ned (Jacob Batalon).

homem aranha de volta ao lar resenha

Por falar em participações, Marisa Tomei representou muito bem o papel de uma tia preocupada e zelosa por seu sobrinho, mas que ainda precisa melhorar bastante para ser uma Tia May tão adorada quanto a dos primeiros filmes. Até mesmo Happy Hogan (Jon Favreau) ganha destaque no longa, com seu jeito mal humorado e, ao mesmo tempo, irônico. E ao contrário do que muitos imaginavam, a escalação de Robert Downey Jr. se resume em apenas algumas cenas, apenas como o novo mentor de Parker, deixando claro que não é um “Homem de Ferro 4”, mas um legítimo filme do Cabeça de Teia.

tony stark e peter parker

Apesar de razoáveis, as atuações são marcantes e o filme cumpre seu objetivo, que é entreter, e Tom Holland provou ser muito mais que um mero coadjuvante, segurando as pontas de seu filme solo do início ao fim, fazendo jus à icônica frase de efeito do Tio Ben: “Com grandes poderes, vêm grandes responsabilidades”.

“Homem-Aranha: De Volta ao Lar” é um filme de origem; do heroísmo, da vilania, das paixões adolescentes e de grandes amizades. E de, provavelmente, mais uma franquia de sucesso. Por isso a ambientação escolar da trama foi tão interessante, para ressaltar o amadurecimento do jovem Peter até que ele se transforme naquele famoso herói amado por tantos fãs.

 

 

 

Anúncios

3 comentários em ““Homem-Aranha: De Volta ao Lar” traz de volta a essência do herói mascarado

  1. Oi, vi o filme essa semana e gostei, mas não é o meu preferido de todas as versões que já assisti, mas concordo com vc: realmente entreteu. Espero que todos possam assistir e curtir também.

    Curtido por 1 pessoa

  2. Oi Allan! Também adorei o filme, pra mim é o melhor Homem-Aranha até então. Uma das coisas minhas interessantes é o link que fazem com o primeiro filme de Vingadores, achei algo meticulosamente bem pensado. Minha única reclamação seria, além de certos momentos levemente monótonos que todo filme de mais duas horas tem, é a segunda cena pós-créditos. É bem engraçada, mas admito que saí do cinema meio bolado.

    Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s