Crítica: Get Out (Corra) – Sem Spoilers

Como boa amante de filmes de terror, havia algum tempo que não assistia a uma obra tão boa quanto “Get Out” (Corra!). O longa já chama bastante atenção por conta de sua chocante imagem promocional e por seu enredo original, que vai de encontro à maioria das recentes produções focadas no gênero do suspense/terror.

A história começa num tom leve, simplório, e por diversas vezes você se pergunta se está mesmo assistindo a um terror, já que tudo foge do óbvio, numa atmosfera de coisas ruins como amor, família e coisas péssimas, como racismo, uma questão presente a todo momento, mesmo que de forma sútil, aumentando gradativamente com o desenrolar da narrativa.

021317-video-Celebs-Get-out-Movie-Stills-3

Com um índice de aprovação de 99% no Rotten Tomatoes, o filme é uma daquelas obras que fazem falta: curto (1h44m) e muito bem aproveitado. Nos primeiros 20 minutos, como é de se esperar, não acontece nada muito relevante além da introdução da narrativa, porém não é algo que faça o espectador se sentir cansado ou ansioso pelo que virá a seguir, pelo contrário: você aproveita o que está assistindo. A trama é tão envolvente que chega a ser difícil pensar em outra coisa sem ser no que está acontecendo ali; é quase como estar imerso, fazendo parte do enredo.

O longa apresenta Chris (Daniel Kaluuya), um rapaz negro, que começa um relacionamento com Rose (Allison Williams), uma moça branca. Tudo vai muito bem assim, até que Rose decide que chegou a hora de apresentá-lo aos seus pais. Chris se vê preocupado pelo fato de ser negro, com a crescente intuição de que família da namorada possa não gostar da ideia.

infocus

O casal chega à casa dos pais de Rose e são bem recebidos, até que coisas horríveis (e muito estranhas) começam a acontecer, muitas vezes deixando quem assiste meio confuso, imaginando se aquilo tudo é criação mental de Chris ou se realmente está acontecendo.

O terror tem forte apelo psicológico, o que torna a trama mais intensa, original e verdadeira, e sem os clichês que estamos habituados. A produção nos presenteia com atuações incríveis – destaque mais do que especial para Daniel Kaluuya -, um roteiro bem estruturado e uma trilha sonora com um timing perfeito.

Apesar de recente, o filme pode ser considerado um novo “must-see” do terror.

“Get Out” tem estreia prevista para 18 de maio no Brasil.

Confira o trailer:

Viste meu canal!

Anúncios

2 comentários em “Crítica: Get Out (Corra) – Sem Spoilers

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s